Está com tempo, hein, Andrés?

O deputado federal Andrés Sanchez, que, desde que assumiu a presidência do rival, tem uma taxa alta de faltas na câmara, parece que está mesmo com tempo. E esse tempo todo ocioso ele não despeja na atribuição de presidente, mas sim na de consultor de assuntos sobre o Palmeiras. Ou setorista. Ou um torcedor enrustido.


Andrés voltou à presidência do rival em fevereiro deste ano e, em poucos meses, já disse que o Dudu tem a cara do rival e opinou sobre seu salário, sobre os valores negociados pelo Palmeiras com possíveis contratações, sobre a postura do time alviverde em querer treinar no sábado antes da final, sobre o patrocinador da equipe e etc.


Agora, a última do distinto senhor, é sobre o Palmeiras manter o craque do time, melhor jogador e identificado com a torcida: Dudu. Após algumas negociações com clubes chineses, o Palmeiras recusou as ofertas por Dudu e o manteve na equipe para o restante da temporada. Um recurso que somente um clube grande, bem estruturado e economicamente saudável pode ter, coisa que o senhor deputado não consegue fazer no rival. Esse senhor é a cara do falido futebol brasileiro, na qual os clubes devem ser reféns do exterior e manter o seu craque é um sinal de erro de gestão. MEU DEUS!


Você gasta muito tempo com o Palmeiras, Andrés... Nem parece que precisa administrar uma dívida enorme contraída na construção do estádio, procurar naming rights, um patrocinador master pro clube e ainda quitar mais uma infinidade de dívidas que vão muito além das despesas com a arena. Nem parece que o MP acaba de apontar irregularidades na sua eleição para presidente do rival.


Nem parece, Andrés, que precisa administrar o técnico que não conseguiu vitórias convincentes desde que assumiu, o elenco tecnicamente desequilibrado e sem reposição aos titulares, o recorde negativo de público em jogos da Libertadores nesta edição ou o baixo público do primeiro jogo pós Copa do Mundo.


Nem parece que tem obrigações como deputado federal.


Gazeta Press
Gazeta Press

Mauricio Galiotte e Andrés Sanchez em reunião na FPF.


O jogo do Andrés é claro, quanto mais ele fala do Palmeiras e de possíveis problemas, mais são escondidos os problemas que este nobre senhor tem em seu clube. É meio vergonhoso, mas não dá pra esperar muito mais dele.


Entendo que o Palmeiras faz o correto e não entra na onda de discussão, já temos problemas demais para administrar. Se Dudu, por um acaso, cair tecnicamente, o treineiro fará o seu dever de recuperá-lo e, neste período, teremos outras opções excelentes para reposição.


Enfim, caso tenhamos um problema, o resolveremos sem a sua ajuda, Andrés.