Paraná: a chance de um recomeço

A primeira etapa da temporada 2018 do Paraná Clube fez com que tivéssemos uma semente de dúvida plantada em nossa mente. Entendo que parece repetitivo falarmos sobre os erros cometidos, sobre os tropeços em cada jogo, a falta de qualidade dentro de campo, os resultados apresentados e, para finalizar, a eliminação precoce na Copa do Brasil. Pensando apenas pelo lado do torcedor, além de repetitivo, se torna desanimador, cansativo, porém, necessário.


Ninguém de fato esperava que nosso ano começasse da maneira que começou. Mesmo com todas as perdas no elenco, todas as mudanças, nem o mais pessimista dos torcedores poderia prever o desastroso trabalho apresentado pelo Tricolor. O interessante da vida, em qualquer área que seja, é que semprepodemos recomeçar. Sempre será possível identificar as falhas, identificar os pontos fracos e mudar, buscar melhorias, buscar novas maneiras de se realizar um trabalho forte, com o planejamento correto e com pessoas que tenham o mesmo pensamento de caminhar em direção ao sucesso. 


No próximo domingo (4), se inicia uma nova fase no ano do Paraná Clube. No comando, Rogério Micale chegou dividindo as opiniões entre os torcedores, mas trazendo também a esperança de que a situação mude drasticamente. O momento em que Micale se apresentou não é, nem de longe, o melhor cenário e a melhor hora para se assumir um clube – e esse seria o pensamento mais pessimista que podemos ter. Por outro lado, buscando o otimismo e enxergando um pouco além da curva, é o momento em que o técnico pode mostrar a qualidade de seu trabalho.


Daniel Caron
Daniel Caron

Rogério Micale se mostrou confiante para conquistar a Taça Caio Júnior.


Mesmo com pouquíssimo tempo disponível para trabalhar com o elenco e avaliar melhor todas as peças que tem à disposição, Micale já se mostrou extremamente confiante de que podemos ir longe na segunda fase do campeonato estadual. O mesmo afirmou receber uma resposta boa de todos em relação a nova proposta de jogo e que já possui em mente a base do que será o time titular a partir de agora.


O primeiro teste será contra o Cianorte, fora de casa. A tensão pré-jogo é clara, o nervosismo em relação ao que acontecerá existe e não precisamos negar isso. Torcemos agora para que as mudanças tragam, enfim, o que a torcida tanto espera receber do clube. Que todo o trabalho realizado apresente um saldo positivo e que venha carregado de novas esperanças e a crença de que o ano será de muitas conquistas.


É hora de deixar no passado os erros e os tropeços. É hora de olhar pra frente, com a cabeça erguida. É hora de buscar vitórias e encher de alegria as arquibancadas da Vila Capanema mais uma vez. E que todos do elenco e da diretoria tenham em mente que uma taça que carrega o nome de Caio Júnior já deveria possuir um lugar reservado e sendo bem cuidado na sala de troféus.