Com exibição convincente, Porto bate o Braga e reassume a liderança isolada no Português

FC Porto divulgação
FC Porto divulgação

Com três assistências, o lateral esquerdo brasileiro Alex Telles foi um dos destaques


Há jogos em que uma equipe além de vencer, precisa convencer. Era o caso do FC Porto, ontem, no Dragão, diante do quarto colocado Braga. Depois do tropeço em Moreira de Cónegos, os portistas não apenas precisavam retomar o caminho das vitórias, como necessitavam de uma atuação inapelável, como demonstração de força na briga pelo título. E foi com uma exibição contundente que os azuis e brancos ultrapassaram as equipes do Braga e de arbitragem (mais um pênalti ficou por marcar a favor do Porto e Danilo do Braga deveria ter sido expulso), em uma vitória categórica.


Diante de 43.627 torcedores que foram ao Dragão na fria noite de sábado, Porto e Braga protagonizaram um jogo de alto nível, digno de duas equipes que se encontram no topo da tabela. Empurrados pela torcida, os portistas, desde o minuto inicial, foram para cima dos bracarenses, em busca do gol que desse a tranquilidade necessária para a construção da vitória. Pressionando desde a saída de bola, os Dragões sufocavam os visitantes junto à sua área. E aos 13 minutos, após mais um grande cruzamento de Alex Telles, Sérgio Oliveira, a surpresa de Sérgio Conceição no time titular, cabeceou com precisão para abrir o placar.


O Porto continuou melhor, mas sofreu o empate aos 31 minutos, na primeira vez que o Braga chegou ao ataque, após falha defensiva. A equipe portista, contudo, não se deixou abater. Continuou pressionando os arsenalistas e foram precisos apenas sete minutos depois do empate para que Alex Telles, desta vez batendo escanteio, colocasse a bola com precisão na cabeça de Reyes, que mandou forte para o gol, colocando os Dragões em vantagem ao intervalo.


Sem descansar sobre a vantagem mínima, o Porto foi em busca do terceiro gol assim que a partida foi retomada. E, por pouco, Marega não ampliou a vantagem logo aos 15 segundos da etapa complementar. O gol que selaria a vitória azul e branca, entretanto, só viria a 17 minutos do fim. Não sem antes José Sá fazer uma grande defesa, evitando o empate, nas poucas vezes que o Braga chegou ao ataque. E foi aos 28 do segundo tempo que Alex Telles fez a sua terceira assistência na partida, em mais um cruzamento, desta feita na cabeça de Aboubakar, que marcou seu 15º gol na Liga Portuguesa.


Grande exibição do Porto. Com destaque para as atuações individuais de Sérgio Oliveira, que preencheu o meio de campo com personalidade, auxiliando na recomposição defensiva e fazendo a bola fluir na transição ofensiva, e de Alex Telles, com suas três assistências. Uma vitória incontestável. Agora, com a derrota do Sporting para o Estoril neste domingo, o Porto retoma a liderança isolada do Campeonato e passa a ser o único invicto em todas as competições portuguesas.