Cavani e Neymar garantem noite histórica no Parc

Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Brasileiro e uruguaio conseguiram marcas históricas diante do Montpellier


O Paris precisava voltar a vencer na Ligue 1, e tinha diante de si a até então melhor defesa do torneio. Mas nem a retranca armada pelo Montpellier foi o bastante para impedir que Cavani, Neymar e Di María deitassem e rolassem em campo.


Após o jogo do meio de semana contra o Guingamp, pela Copa da França, onde desperdiçou uma enormidade de gols, Cavani entrou em campo ainda carregando o peso de estar a um gol de ultrapassar Ibra e se isolar como o maior artilheiro da história do clube. Mas o uruguaio tirou essa responsabilidade dos ombros logo aos 12’, aproveitando cruzamento de Rabiot e saindo para comemorar ensandecido com a torcida. São 157 gols em 229 jogos oficiais para El Matador, uma ótima média de 0,68 gol por partida, fazendo-o escrever ainda mais seu nome na história do clube.


Depois, foi a vez de Neymar cobrar pênalti – sendo ovacionado pela torcida – e anotar o 2000º gol do Paris Saint-Germain no Parc des Princes. Ainda deu tempo para o craque fazer mais um, aproveitando assistência de Cavani, além de Di María, nosso melhor jogador em 2018, balançar a rede também.


Foi uma noite de paz no Parc. Cavani finalmente marcou o 157º gol, e Neymar e a torcida parecem ter se reconciliado em casa. Ao contrário do que muitos pensam, ou tentam vender, podemos sim apreciar um sem desmerecer o outro, e mais uma vez vimos o quanto eles podem se complementar e ajudar o PSG em campo quando atuam pensando na equipe.


Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Dupla atuou com companheirismo esta noite no Parc


Que os ponteiros continuem se acertando, até porque o grande duelo de ida contra o Real Madrid se aproxima, e precisaremos mais do que nunca desta dupla que não se cansa de fazer história no Rouge et Bleu.


ICI C'EST... PARIS!