PSG humilha o Monaco e conquista o hepta na França

Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Thiago e Dani foram dois dos pilares do hepta parisiense


O Parc des Princes vivia a expectativa da comemoração do sétimo título parisiense na Ligue 1 neste domingo (15). Em campo, o PSG encarava o Monaco, a segunda força do país, no que prometia ser um grande jogo. E realmente foi, mas de apenas uma equipe.


Os Rouge et Bleu aplicaram um famigerado 7 a 1 sobre uns irreconhecíveis diagonais, com direito a vários golaços e linhas de passe no ataque. É óbvio que o Paris é hoje, de longe, a melhor equipe da França, mas a distância que se viu no Parc não traduz perfeitamente a diferença entre as duas equipes. Enfim, melhor para nós, que saímos de campo com a maior goleada na história de um clássico onde temos retrospecto ruim, e de quebra, a confirmação do nosso sétimo Campeonato Francês.


Após perder o título na temporada passada, o primeiro objetivo parisiense era reconquistar a França, antes até mesmo da Champions. Afinal de contas, com a diferença de investimento e elenco que nós temos diante do restante das equipes, não dá para ficar dois anos consecutivos sem levar a L1.


Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Um beijo para as 'recalcadas'


A caminhada nesta temporada foi tranquida. Com Monaco e Lyon vendendo suas principais estrelas, além de um Marselha instável, o caminho estava livre para a nossa conquista. Enquanto esteve em campo, Neymar foi a estrela que esperávamos – para o bem ou para o mal – enquanto jovens como Mbappé, Areola, Kimpembe e Rabiot continuaram progredindo, apoiados nos consolidados Cavani, Marquinhos, Thiago Silva, Di María e o recém-chegado Dani Alves.


O hepta vem para ser bastante comemorado, mas também fica aquele gostinho de “consolação” após mais uma temporada em que caímos decepcionando na Champions. De qualquer forma, este é mais um ano onde o PSG dá sua demonstração de força e mostra quem manda no Hexagonal.


Que a equipe continue com esta fome, quebrando mais alguns recordes que restam nas cinco últimas rodadas da Ligue 1, além da disputa pela tradicional Copa da França. O objetivo primário foi conquistado, e mais uma vez presenciamos a história de nosso clube do coração sendo escrita.


ICI C’EST... PARIS!


#CHAMPIONMONFRERE