Real Madrid poderia ter contratado Coutinho por 2,5 milhões de euros

O mundo do futebol foi chacoalhado neste sábado, 6 de janeiro. O ano mal começou e a primeira bomba financeira foi lançada: o Barcelona anunciou a contratação de Philippe Coutinho, do Liverpool, e, por mais que os valores não tenham sido divulgados, estima-se que a negociação ficou na casa dos 160 milhões de Euros. Dessa forma, o atleta passa a ser o segundo mais caro da história do futebol.


E tudo isso teria sido diferente se, há alguns anos, o Real Madrid tivesse desembolsado irrisórios 2,5 milhões de Euros por Coutinho.


Getty Images
Getty Images

Coutinho é um dos principais brasileiros da atualidade


A história, revelada pelo jornal Marca, deixa qualquer madridista indignado e quem a revelou foi um personagem que teria sido crucial na contratação do brasileiro: Miguel Ángel Portugal. O atual técnico do Delhi Dynamos, da Índia, era secretário técnico do Real Madrid na época e já havia deixado tudo encaminhado para que a negociação tivesse um final feliz. Mas não teve.


Vamos voltar a 2008. Miguel Ángel Portugal foi responsável por criar uma estrutura internacional de observação, monitoramento e captação de jovens talentos. La Red Blanca, como ele mesmo a nomeou, vinha observando Philippe Coutinho há algum tempo. O jovem era a maior promessa da base do Vasco e o dirigente demonstrava muito interesse em contratá-lo.


O entusiasmo com o atleta era tão grande que Miguel Portugal viajou até o Rio de Janeiro decidido deixar o negócio encaminhado. A ideia era acompanhar de perto alguns treinamentos da jovem promessa, conversar com seus pais e, claro, reunir-se com dirigentes vascaínos. Enretanto, ao retornar à Espanha, confiante de que o atleta viria a se tornar jogador do Real Madrid, as coisas começaram a se mostrar bem diferentes do que ele havia imaginado e tudo foi por água abaixo.


Getty Images
Getty Images

Caio (Botafogo) e Coutinho foram as revelações do Carioca de 2010


O que ele ouviu de Ramón Calderón, então presidente do Real Madrid foi "O clube está mais interessado em assinar com Alipio". Alípio. Sim, isso mesmo. Alípio. Quem é Alípio? Pois é, ninguém sabe. Confesso que tenho uma vaga lembrança da notícia de que o time havia acertado com o tal Alípio, mas ficou nisso.


Mas, afinal, quem diabos é Alípio?


Alípio é brasileiro, nasceu em Brasília, mas jogava nas divisões de base do Rio Ave, de Portugal. Ele era um dos jogadores que La Red Blanca monitorava e as informações davam conta de que tinha certo talento, mas nem de longe poderia ser comparado com Philippe Coutuinho. Calderón, do alto de sua genialidade (contém ironia nessa frase), nem esperou que Miguel Portugal retornasse do Brasil para contratar Alípio, alegando que os olheiros daquela área o haviam elogiado e que ele viria de graça.


Não foi o que aconteceu. Alípio custou 2,5 milhões de euros e, apenas uma semana depois, a Internazionale anunciou a contratação de Coutinho pelo mesmo valor. Ou seja, por uma economia porca que nem se concretizou, o Real Madrid deixou de ter um dos mais promissores atletas da época e que, hoje, é um dos principais nomes do futebol mundial. Não podemos afirmar que ele daria certo, mas, sinceramente, as chances de Philippe Coutinho se destacar com a camisa merengue eram muito maiores que as de Alípio.


Real Madrid
Real Madrid

Alípio marcou na sua estreia pelo Castilla


E o que aconteceu com o escolhido por Ramón Calderón? Ele pouco jogou pelos times de base do Real Madrid e logo foi negociado com o Benfica, na temporada 2010-11. De lá pra cá ele peregrinou por vários lugares, incluindo Brasil, Emirados Árabes e Grécia. De volta ao país tropical, Alípio teve excelente passagem pelo Vila Nova e jogará pelo Fortaleza nesta temporada. Enquanto isso, o maior rival do Real Madrid passou a contar com Philippe Coutinho em seu elenco.


É claro que o futebol tem muito mais Alípios do que Phelippes Coutinhos e, justamente por isso, é necessária muita atenção na hora de investir em jovens promessas. Nem todos vingarão, mas, em alguns casos, é perceptível desde cedo quem pode ser craque e quem vai se tornar um investimento furado.



Siga Rodrigo Rebelo no Twitter | Siga o Conexão Merengue no Twitter | Curta o Conexão Merengue | Curta o ESPN FC