Com Libertadores garantida, garotos do Santos precisam jogar

Felizmente o Santos garantiu sua vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem com a inesperada vitória contra o Flamengo, de virada, no Rio de Janeiro. Graças aos gols de Bruno Henrique e Arthur Gomes, o Peixe vai disputar a competição mais importante do continente em 2018.

Outro motivo para comemorar é que no último jogo, contra o Avaí, na Vila Belmiro, tudo o que vier é lucro. Por isso, fica o meu apelo ao Elano nesse texto: COLOCA OS MENINOS PRA JOGAR, PROFESSOR!

Como o Peixe não tem nada a perder, e eventualmente um vice-campeonato para beliscar, a pressão é mínima, além de um adversário completamente desesperado para se salvar.

O futebol apresentado nesse ano foi extremamente abaixo da expectativa, muito por conta dos vários medalhões que não fizeram jus ao seu apelo com a torcida. E justamente pensando nela, Elano deveria de fazer esse afago na cabeça do santista que vai à Vila Belmiro no próximo domingo.

Em vez de utilizar Renato, Victor Ferraz, Ricardo Oliveira, Vecchio, Kayke e alguns outros, o treinador do Peixe poderia voltar com os meninos que vinham fazendo um bom campeonato, além da utilização de Rodrygo, Yuri e Matheus Guedes, que subiu recentemente. Adicione também os meninos Gregore, Diogo Vitor e Diego Cardoso, que fizeram um ano muito bom no Santos B e estão nas semifinais do Brasileirão de Aspirantes.


Santos FC
Santos FC

Lendas no sub-17, a dupla Rodrygo e Yuri merece ser testada ao menos uma vez na temporada


Por ser uma atmosfera completamente tranquila para a equipe, também seria uma maneira de retribuir a paciência do torcedor com esse time que se desviou completamente de sua filosofia de jogo nessa temporada. Nada melhor para o santista do que ver os meninos em campo.

Esse ponto se torna ainda mais importante porque manda um recado claro principalmente a Victor Ferraz, que voltou a falhar contra o Flamengo, e que interessa ao rival, além do Ricardo Oliveira, que voltou a entrar numa seca de gols, e que enrola o time sobre uma possível e desnecessária renovação de contrato.

Um time com Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe (Matheus Guedes) e Jean Mota; Gregore, Matheus Jesus e Diogo Vítor; Rodrygo, Bruno Henrique (Arthur Gomes) e Yuri (Diego Cardoso) seria completamente palpável para o duelo contra o Avaí.


Renova com eles, Modesto!


Gregore chegou ao Santos no início do projeto do time B, que foi uma das poucas coisas boas dessa atual administração. Acompanho a carreira do volante santista há muito tempo e, inclusive, já falei de seus atributos aqui. É um volante moderno, que ataca e defende com a mesma qualidade, além de fechar como zagueiro em determinadas situações. Seu contrato acaba no final do ano e seria uma estupidez gigantesca deixá-lo ir depois de ter sido muito importante para a equipe tanto na Copa Paulista quanto no Campeonato Brasileiro de Aspirantes.


Santos FC
Santos FC

Forte, inteligente e líder. Gregore é um volante que cobre todo o gramado, além de ser o capitão da equipe B


Outro que encontrou seu lugar ao sol foi Diogo Vítor. Esse já é conhecido de todos os santistas, porém, pelos motivos errados. Erros dele, no caso. Diogo Vítor sumiu do Santos duas vezes no passado, sem deixar rastros. Todavia, a diretoria sempre teve fé no garoto, que era a grande joia na base e lhe deu várias chances. Na terceira, depois de passar por vários psicólogos, o garoto parece ter colocado a cabeça no lugar. Bola ele sempre teve (muito mais do que o golaço que ele fez contra o São Paulo, de trás do meio-campo). Ele é diferenciado, habilidoso e joga numa posição carente do elenco. Seu contrato termina nesse ano e uma renovação seria um presente para ambos os lados.


Santos FC
Santos FC

Depois de desaparecer duas vezes, na terceira chance Diogo Vítor mostra todo o seu valor que era respeitado na base. Meio-campista muito habilidoso e decisivo