Tem covarde no Santos sim, Jair: seu time

Olha, é difícil.


É uma frase que eu gosto de usar quando não vejo soluções nas situações da vida. Com o tom de voz que uso, essa simples frase guarda, em três palavras, todo o sentimento de rancor, raiva ou ódio que esteja sentindo. E me poupa de proferir algo mais chulo. Que é o que tenho vontade de fazer ao ver o Santos atual.


Porque... Olha, É difícil.


Gazeta Press
Gazeta Press

Pichações sem sentido e com alvo errado. Mas ao menos entenderam que algo (tudo) está errado


Não vou escrever sobre o que assistimos em campo. É de doer, é ridículo, é patético, é tudo isso e mais um pouco. Mas sempre é possível piorar - e isso ocorre quando Jair Ventura, que não sei como ainda é o técnico do Santos, começa a falar na entrevista coletiva pós-jogo.


Logo ele, um técnico que tem 13 derrotas no ano, contra 12 vitórias. Treinador de um time que não fez gols nos últimos quatro jogos. Comandante que colocou o Santos na zona de rebaixamento do Brasileiro após OITENTA E DUAS rodadas longe dela. O cara que perdeu os últimos seis jogos que fez fora de casa e que só ganhou dois jogos no principal campeonato do país: sobre Ceará e Paraná, os únicos dois que estão abaixo do Santos na tabela.


Porque Jair Ventura se perdeu em seu personagem moderno, durão, renovador. É só mais um que fala, fala e tenta enganar a todos. Não a mim, não a vocês, confio nisso.


Após a derrota por 2 a 0 para o Atlético-PR, aquele que segue em um cargo de tamanha importância sem nenhum merecimento falou algo absurdo: "Se eu vou pedir demissão? Eu não peço demissão. Aqui não tem covarde para entregar o cargo. Já falei com o vice-presidente e ele deu respaldo. Essa gestão confia muito no meu trabalho em longo prazo."


Olha, é difícil.


Porque covardia é enganar o torcedor com discurso falso. Porque covardia é jogar na retranca desde o começo do ano. Porque covardia é colocar meninos por 10 minutos no ano, enquanto dá chances eternas para Copetes, Vecchios e Jeans Motas.


Tem covarde sim, Jair. Seu time. O que é consequência total de sua covardia como treinador.


Entregar o cargo seria uma atitude honrada. Seria assumri que o único trabalho a longo prazo que você e a diretoria visam é o rebaixamento do Santos.


Fora, Jair Ventura. Porque... Olha, é difícil.


Ps.: a Vila Belmiro foi pixada com frases sem muito nexo como "Acabou as ideias", "amor ou terror" e, para mim a pior, uma que não posso escrever aqui mas que tem como alvo Gabriel. É difícil acreditar que, além dos bizarros erros de português, essa gente escolha Gabriel como alvo único. 


Olha, é difícil.