Jair e Gustavo: 2018 do Santos, enfim, começou

Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Nova diretoria apresentou os novos responsáveis pelo futebol no Santos


Antes de qualquer coisa: um Feliz Ano novo a todos que acompanham o blog. Que todos tenham saúde e paciência neste 2018.


A eleição de José Carlos Peres para presidência do Santos serviu para, enfim, tirar Modesto Roma da presidência. Não dava mais para uma gestão amadora seguir no comando do clube por tanto tempo. Mas, ao mesmo tempo que a vitória foi um alívio, as notícias logo depois não foram tão boas assim.


Siga o autor no Twitter: @fagnermorais


Basicamente, a não ser que você tinha tudo acertado com todas as partes, não dá para ficar anunciando presente de Natal para torcedor. Porque a cobrança será forte. Como foi. A torcida que reclama da não vinda do tal presente não está errada em cobrar. Ninguém mandou prometer. Foi um erro muito amador logo nos primeiros dias após a vitória.


Depois ficou uma situação estranha de ninguém mandar no clube. A velha diretoria entrou em recesso, enquanto a nova não podia assumir, nem anunciava ninguém. Demorou muito mais do que o normal para confirmarem a chegada de Gustavo Vieira, o novo executivo de futebol, que, enfim, começou a negociar com Jair Ventura.


Então apareceu o tal imbróglio por conta da multa. Tem dinheiro para pagar ou não? No fim, como o próprio Jair confirmou na coletiva de apresentação, Santos e Botafogo se resolveram e ficou tudo certo.


Sem dinheiro para contratar, não dá para fazer loucuras. O novo técnico terá trabalho para ajustar o time até o início do Campeonato Paulista que, mais do que nunca, terá que ser laboratório para testar jogadores. Pode até ganhar a competição, mas não é favorito nem de longe.