Ricardo Rocha precisa se concentrar apenas em seu trabalho no São Paulo

Se eu começar o texto perguntando o que faz Ricardo Rocha no São Paulo, muitos não me julgariam por também não terem a resposta. Oficialmente, ele é gerente de futebol do clube, mas ninguém viu muito bem o trabalho dele ser feito. OK, ele aparece nas apresentações de jogadores, conta umas piadas nos vídeos de bastidores, mas nada disso parece surtir o mínimo de efeito. No fim das contas, parece só mais um dirigente levando dinheiro do clube e apresentando pouco serviço.

Para piorar a situação, na última semana, Rocha foi anunciado como comentarista de um canal para a Copa do Mundo. A torcida, óbvio, não gostou da situação. Para se defender, o ex-jogador disse que ficará no Brasil e não vai viajar para a Rússia em momento algum, e que a nova função não compromete em nada as suas atividades no Tricolor.

Mesmo que os campeonatos estejam parados durante a Copa do Mundo, e o São Paulo não entre oficialmente em campo, seria legal que todos os dirigentes estivessem empenhados somente no clube. Em breve, a temida janela de transferência para a Europa vai se abrir e nosso gerente de futebol estará analisando o jogo do Irã na televisão, mas garantindo que está de olho no Tricolor. Sabemos, porém, que é uma tremenda baboseira.


Gazeta Press
Gazeta Press

Ricardo Rocha em uma coletiva, o único momento que lembramos de sua existência no SPFC



Por mais que a situação seja mais tranquila no próximo mês, ninguém consegue se desdobrar entre dois trabalhos que ocupam horas e horas paralelas do seu dia. Ricardo Rocha, no entanto, está pagando para ver. Como se já não bastasse seu cargo indefinido, e a pulga atrás da orelha de que só está lá pela amizade com Raí, ainda vai dar menos atenção que o normal para quem o emprega. Em um clube normal, isso seria um absurdo. No São Paulo, é ignorado por todos.


Aliás, o clube poderia se posicionar sobre o assunto. Outros clubes possuem ex-jogadores como dirigentes, mas nenhum deles vai perdê-los para um canal de televisão. Pelo contrário, é bem provável que eles estejam acompanhando atentamente os treinos ou viagens que serão feitos, monitorando o mercado e protegendo os atletas dos seus respectivos clubes. Mas já sabíamos que o São Paulo Futebol Clube é uma bagunça, essa foi só a prova definitiva.