Mesmo jogando bem e merecendo vencer, nem todo dia a sorte vai sorrir para o São Paulo

Alguns dias não são favoráveis, é simples assim. Quando fazemos tudo certo e, mesmo assim, as coisas continuam erradas não é necessariamente culpa nossa. O São Paulo, por exemplo, fez quase tudo certinho contra o Atlético-MG, mas simplesmente não era dia de vencer o adversário. É a única explicação possível. Com a derrota, perdemos a liderança pelo saldo de gols, mas precisamos entender que nem tudo está perdido.


Não podemos falar mal da equipe. É verdade que não temos goleiro e que Sidão continua nos atrapalhando jogo após jogos com suas falhas ridículas, e também que levamos outro gol contra que era totalmente evitável, mas a equipe tricolor teve brio durante os 90 minutos e merecia sair com a vitória do Independência, algo que infelizmente não aconteceu. Mesmo que estivessemos invictos nos últimos sete jogos, não é sempre que o Tricolor vai vencer, precisamos entender isso, ainda mais em um momento tão delicado no campeonato.


Gazeta Press
Gazeta Press

Nenê ao lado de Daronco: o árbitro ajudou bem o Atlético contra o São Paulo


Faltou a vitória, sim. O gol adversário foi falha nossa mais uma vez, é verdade. O árbitro não marcou um pênalti claro a nosso favor. As chances perdidas poderão fazer falta na reta final do Brasileirão, pois é, mas não é hora de desespero. O São Paulo fez um bom jogo, como alguém que briga pela liderança do campeonato. Aguirre não se acovardou em momento e colocou a equipe para o ataque no segundo tempo na busca do empate, talvez da vitória. Faltou acertar o alvo, mas as chances estiveram lá durante o tempo todo.


Depois dos tropeços recentes e da perda da liderança, é o momento do São Paulo se acalmar. A pressão não está mais aqui, passou para o Inter e veremos como eles reagem no topo da tabela. Voltamos a ser os caçadores, não mais a caça, e isso precisa estar na mente dos jogadores. Para a torcida, é hora de segurar a empolgação antecipada que já surgia nas últimas semanas. Passo a passo, jogo a jogo. Nada está definido, nada está ganho ou perdido.


O próximo desafio é no sábado, em casa, e precisamos apoiar os jogadores. É hora de lotar o Morumbi mais uma vez e ajudar a conquistar a vitória. O Brasileirão é longo, muita coisa ainda vai rolar até o fim do ano.