O São Paulo finalmente voltou a vencer, mas passou longe de fazer uma boa partida

Se você é são-paulino e tinha se esquecido como era comemorar uma vitória, normal, todo mundo sentiu o mesmo que você. O triunfo tricolor contra o Vitória, fora de casa, foi o primeiro desde o começo de setembro. Não foi brilhante, muito longe disso, mas foi necessário para reconstruir o pouco de confiança que resta nessa equipe. Ainda assim, há muito a melhorar.

O São Paulo, hoje, foi muito melhor do que nos últimos jogos pelo simples fato de ter buscado o jogo nos primeiros minutos. Pressionou, criou chances e foi para o ataque. Assim foi até o gol de Bruno Alves em boa jogada de Reinaldo e Rojas. Foi o único gol da partida porque o Tricolor abdicou do ataque e porque a equipe mandante é muito, muito fraca lá na frente.

Sério, o São Paulo não quis saber de jogo na segunda etapa e simplesmente não ameaçou o adversário. Por outro lado, na defesa, era sufoco e pressão do Vitória. Se não fosse pelo Jean, o time com certeza levaria o empate. Mais uma vez faltou criatividade ofensiva para o time e o futebol pobre esteve presente como há muito tempo, com jogadores se enrolando com a bola e mostrando que não conseguem dar jeito em campo.


Rubens Chiri / saopaulofc.net
Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ainda está ruim, São Paulo, muito ruim...




Como se a fase não fosse complicada o suficiente, o Tricolor ainda perdeu Jean, expulso no fim do jogo por comemorar com nossa torcida, e Rojas, machucado. A lesão do equatoriano, aliás, foi bem grave e é bem capaz dele só voltar em 2019. Sem ele e Everton, as principais peças de velocidade do elenco, as coisas ficam ainda mais difíceis.

Foi pouco, foi ruim, mas o São Paulo venceu, isso que importa. Depois de um mês, novamente ganhamos três pontos na tabela. Agora, o que nos resta é secar os rivais na rodada, seja por vaga na Libertadores – nossa prioridade no momento – ou pelo tão complicado título. A vitória voltou, agora precisamos manter.