Os azares da Copa do Mundo - Parte II

GettyImages
GettyImages

Messi em seu primeiro jogo em Copas do Mundo. Onde termina a chuteira e onde começa a bola?


Junho de 2030, em algum lugar da América do Sul:


_ Pai, porque é o Uruguai quem vai abrir a Copa do Mundo e não a Argentina?


_ Eles tem uma seleção melhor, filho mais bem colocada no ranking da FIFA e com melhores resultados nos últimos 10 anos.


_ Ah...


_ Mas nem sempre foi assim, a Argentina costumava ser a segunda força na América do Sul. Houve um tempo até que rivalizava com o Brasil pra ser o número 1 do continente.


_ Sério? Ela conseguia ganhar até do Brasil?


_ Até do Brasil. Eu mesmo vi a Argentina ganhar alguns jogos do Brasil.


_ Ué, mas o que aconteceu? Por que ela não é mais tão forte?


_ Na verdade, foi um processo gradual, com o tempo o futebol foi ficando mais físico e o toque de bola rápido, que sempre foi a marca registrada do futebol argentino, foi ficando menos eficiente. Nas divisões de base os clubes deixaram de formar atacantes de área tradicionais, como Kempes, Valdano, Batistuta, Crespo. Eles passaram a ser considerados lentos demais e dispensáveis.


_ Mas se aconteceu tudo tão devagar assim... Porque não foram corrigindo?


_ Por causa do Messi.


_ Do Messi?


_ É. O Messi era tão genial e tinha uma capacidade tão grande de carregar o time da Argentina nas costas que os dirigentes não se deram conta, acharam que estava tudo bem, que a Argentina ainda era uma grande potência. Quando ele se aposentou, todo mundo caiu na real, mas já não dava mais tempo de se preperar pra receber a Copa com uma seleção competitiva.


_ Era nessa época que Argentina ganhava do Brasil?


_ Não, foi antes dessa época. O Messi mesmo ganhou pouquíssimo do Brasil, ganhou mais nas divisões de base. Na seleção principal, ele sempre jogou em times muito bagunçados. A única vez que ele teve um time minimamente arrumado, carregou a Argentina até a Final da Copa.


_ A Argentina jogou a Final da Copa?


_ Cinco vezes. Ganhou duas.


_ Mas com o Messi perdeu, né? Sempre escuto falar que ele nunca ganhou a Copa do Mundo.


_ Azar da Copa do Mundo, filho. O que eu não daria para ter nesse time que estréia amanhã contra a Albânia alguém que jogasse um terço do que jogava o Messi. O que eu não daria para que você pudesse ver alguém assim. Eu vi três vezes no estádio, era sobrenatural. Você não sabia onde terminava a chuteira dele e onde começava a bola.


_ Pai, só mais uma coisa...


_ O que?


_ Onde fica a Albânia?


_ Na Europa, filho. A Albânia só ta aí porque a FIFA inventou a Copa de 48 seleções pra ganhar mais dinheiro. Mas isso é uma outra história, um outro dia eu te conto...