Time cascudo! Brasil supera México e tem melhor atuação nesta Copa

Prevíamos uma batalha tática entre Mestre Tite e "El Profe" Osorio. Tese que se confirmou antes mesmo da bola rolar, com Rafa Marques escalado no time titular para dar mais equilíbrio ao meio-campo mexicano e aumentar a estatura nas bolas paradas. Sem Marcelo e com o seguro Filipe Luis do nosso lado esquerdo, Osorio concentrou todas as investidas pelo lado de Fagner, ora com Vela, ora com Lozano. Sofremos por ali nos primeiros 20 minutos de jogo. Não fossem as intervenções perfeitas de Thiago Silva e Miranda, a ameaça do estrago seria concretizada.


Getty Images
Getty Images

El Profe Osorio tentou de tudo, mas o Brasil estava pronto.


Se o México tem um estrategista em Osorio, o Brasil tem em Tite a leitura de jogo perfeita. Percebeu que no seu tradicional 4-1-4-1 o Brasil patinava e então liberou Neymar e trouxe Paulinho para mais perto de Casemiro e Fagner, marcando no 4-4-2, com Coutinho pela esquerda e Willian fechando a direita. O Brasil ganhou mais equilíbrio e a melhora foi instantânea!


Aos 22, Neymar deixou dois para trás e finalizou bonito para o primeiro de muitos milagres do goleiro Ochoa. Era o susto necessário para também segurar o ímpeto ofensivo do México. Gabriel Jesus ainda teve a chance de abrir o placar e Ochoa pegou mais uma no final da primeira etapa.


Getty Images
Getty Images

Mais uma partida irretocável de Thiago Silva, melhor zagueiro da Copa do Mundo até aqui.


Na volta do intervalo, Osorio apareceu de novo. Lançou Layún no lugar de Rafa Marques para ganhar força no apoio e tirar Neymar do sério. O que quase deu certo aos 25, quando deu um pisão covarde em Ney com o jogo parado. Ah, mas foi só um pisãozinho de leve. Amigo, já tomou um pisão no tornozelo de chuteira? Dói para burro! Neymar provavelmente valorizou o momento para que o mexicano fosse expulso. Como diria Galvão, CADÊ O ÁRBITRO DE VÍDEO?!


A verdade é que o Brasil voltou para o segundo tempo para jogar como nunca nesta Copa. Coutinho quase abriu o placar ao seu estilo logo aos 2. Três minutos depois, Neymar puxou para dentro e atraiu três mexicanos, deu lindo toque de calcanhar para Willian fazer o lance que pode ter mudado sua história pessoal na Copa. Deu um tapa na frente e assistiu perfeitamente o merecido gol de Neymar! Depois deste lance, Willian passou a ser o Willian do Chelsea. Um foguete para puxar contra-ataques e uma ameaça constante ao adversário também com chutes de média distância. Quase ele marcou assim aos 18 da etapa complementar, Ochoa salvou mais uma.


Quem também se recuperou na partida e ajudou muito na transição foi Paulinho. Mais consciente de seu papel defensivo e ajudando a construir. Ótimo! Foi outro a quase deixar o dele e parar no paredão Ochoa. Não fosse o goleiro mexicano, o Brasil teria resolvido a partida muito antes do gol derradeiro de Firmino.


Getty Images
Getty Images

Firmino foi às redes! Gabriel deve ir para o banco? Tite dificilmente fará essa mudança...


Tite mais uma vez optou por deixar Gabriel Jesus em campo. O jogo do camisa 9 foi muito parecido com toda a sua campanha na Copa, sem gols, mas com muito trabalho sem a bola, recuperando a posse e abrindo espaços. Depois da confusão Neymar/Layún foi ele quem passou a jogar aberto e liberar Neymar de obrigações defensivas. Foi o medo responsável de Tite para não perder o craque do time na próxima fase, bastava um cartão amarelo. Firmino é um capítulo à parte. Faz pelo menos três funções diferentes nesse time e é o coringa de Tite para mudar o jogo. Merecido gol para ele aos 43 do segundo tempo! Fernandinho roubou e acionou Neymar, que foi direto para a cara do gol e bateu de biquinho para surpreender Ochoa, outra vez perfeito, mas Bob Firmino conferiu e deu total tranquilidade aos brasileiros.


O Brasil superou um rival complicadíssimo, que conta com um gênio tático no banco de reservas. Não à toa foram os principais contribuintes para a eliminação da Alemanha. Um adversário que mostrou como o Brasil também é capaz de saber sofrer e superar o momento adverso. Senhora partida do trio defensivo Casemiro, Thiago Silva e Miranda! Em especial de Thiago, mais uma vez! Os laterais também corresponderam. Ou seja, uma partida completa de um time cascudo, bem comandado e que aparentemente tem respostas para todo e qualquer momento. Faltam três jogos.

Siga o HexaDiário nas redes sociais:
Instagram: @hexadiario | Facebook: HexaDiário


Getty Images
Getty Images