Nada justifica a atuação patética do Sevilla em Madrid

Getty Images
Getty Images

Vergonha


Não há nada que justifique a grotesca e absurda participação do Sevilla pela jornada 15 do campeonato espanhol, na derrota para o Real Madrid por 5 a 0. É absolutamente inadmissível que uma entidade com orçamento próximo a 150 milhões de euros se proponha a semelhante vexame. Nada justifica.


Em uma temporada na qual até o Betis conseguiu honrar a sua camiseta no Santiago Bernabéu, o Sevilla não apresenta qualquer motivo que possa sequer amenizar o que aconteceu hoje. Ainda mais levando-se em conta que o adversário estava fragilizado por diversas ausências, como Ramos, Carvajal, Casemiro, dentre outros.


O que aconteceu hoje não é normal e não pode ser encarado desta forma. Responsabilidades precisam ser exigidas. Eduardo Berizzo segue fora, é verdade. Algo suficiente para explicar o show de horrores visto hoje? Não. Até equipes de segunda e terceira divisões conseguiram impor dificuldades ao Real Madrid, recentemente.


O Sevilla teve uma atuação vergonhosa e infame, inaceitável, inadmissível. A passividade dos jogadores, a desídia apresentada e a total falta de compromisso com o clube estiveram claros hoje. Não se exige que o Sevilla vá ao Bernabéu vencer, mas que se compita e que se atue com dignidade e respeito à instituição.


E o pior é saber que este mesmo elenco é capaz de vencer o próprio Real Madrid ou qualquer adversário, em casa. A falta de compromisso absurda no jogo de hoje não pode passar despercebida.