Sólido financeiramente, Sevilla promete investir forte no mercado

Sevilla FC, site oficial
Sevilla FC, site oficial

Dinheiro no campo: promessa de José Castro na Junta de acionistas


O Sevilla vai contratar na janela de transferências. Insatisfeito com o desempenho da atual plantilla, o presidente José Castro garantiu que reforços virão, de acordo com os pedidos de Oscar Arias e Eduardo Berizzo, diretor de futebol e técnico, respectivamente.


Espera-se que sejam contratados 3 jogadores, conforme discurso apresentado por Berizzo, hoje, na véspera da partida contra a Real Sociedad. A chegada de um atacante goleador é vista como certa, dado o desempenho pífio de Muriel e a pouca (em alguns momentos injusta) confiança depositada no francês Wissam Ben Yedder.


Outros jogadores devem ser contratados para a zaga e para a lateral. Corchia vem sendo pouco usado. O francês não agradou. Mariano faz muita falta. Já na zaga, há uma série de baixas, por motivos variados. Pareja e Carriço não estão, nem se espera muito por eles. Kjaer decepciona e Mercado costuma jogar como lateral (mal).


Tudo isso sem contar com a chegada de Guilherme Arana, lateral-esquerdo brasileiro. Curioso observar que o jogador chega para disputar uma das posições mais bem cobertas do elenco, visto que Sergio Escudero é capitão e rende bem há algum tempo, apesar de algumas instabilidades recentes.


A Junta de acionistas mostrou que o Sevilla segue sendo um dos clubes espanhóis com melhor administração, sob o ponto de vista empresarial. A contabilidade aponta para lucro - já faz algum tempo. Portanto, dinheiro ao campo. As carências são muitas e é hora de trazer gente nova e com ambição.