Só Ondoa para salvar a meta do Sevilla

Getty Images
Getty Images

Goleiro internacional camaronês merece uma oportunidade


É absolutamente inaceitável e inadmissível que Sergio Rico continue sendo goleiro do Sevilla. A cada rodada, o arqueiro canterano custa pontos preciosos. Hoje, mais uma vez, Sergio Rico teve uma atuação infame, absurda e ridícula, falhando miseravelmente em um dos poucos lances de perigo do Leganés, no empate pela semifinal da Copa do Rei.


Isso mesmo, semifinal da Copa do Rei. Que se dice pronto. Sergio Rico condena o Sevilla a jogar a partida de volta com uma vantagem muito menor do que deveria ter.


A situação da portería do Sevilla é crítica. Tanto Sergio Rico como David Soria já foram exaustivamente testados. Sem sucesso. Rico chegou até a seleção espanhola, mas vem cometendo erros inacreditáveis nessa temporada. Os dois últimos, nas duas últimas partidas, foram exatamente iguais e igualmente revoltantes. Indignos.


É hora de utilizar o arqueiro africano Fabrice Ondoa, campeão da Copa da África por Camarões. Não faz sentido algum seguir observando esse absurdo, dia a dia, no gol do Sevilla. 


A melhoria do time, sob o comando de Montella, é evidente. É outro time, muito superior ao de Berizzo, capaz de, em condições normais, enfrentar com dignidade qualquer adversário.


Sem Rico.