Análise do desempenho do elenco do Sevilla: goleiros

Getty Images
Getty Images

Sergio Rico: torcida pede BOLETO ao jovem goleiro


Sergio Rico e David Soria foram os dois goleiros utilizados pelos treinadores do Sevilla, na temporada. Levando-se em conta que foram 3 treinadores (Eduardo Berizzo, Vincenzo Montella e Joaquín Caparrós), até que foram poucos os cancerberos utilizados. Ambos são canteranos e tem tido chances, há algumas temporadas. No entanto, nenhum deles consegue se firmar.


Sergio Rico era visto como o próximo cheque em branco do clube. O arqueiro chegou a ser convocado para a seleção espanhola, mesmo sendo contestado por parte da própria torcida. Nesta temporada, as críticas aumentaram muito, graças a um desempenho extremamente irregular. O curioso é que boa parte das críticas se direciona a falta de personalidade do goleiro.


David Soria, por sua vez, é considerado como um arqueiro mais forte, sob o ponto de vista anímico. O goleiro da cantera do Real Madrid nunca foi um fenômeno. Entretanto, em diversas temporadas, o jogador terminou a temporada como titular. Inclusive, com Unai Emery, na conquista de uma Europa League.


Não há mais a menor paciência com Sergio Rico, por parte da torcida. O goleiro realmente já viveu momentos melhores. Entretanto, a passividade do arqueiro parece ser o maior motivo de implicância, por parte dos sevillistas. Tecnicamente, Sergio Rico é um bom goleiro e está muito bem conceituado, no futebol europeu.


Diante deste cenário, a tendência é que, nesta posição, o Sevilla busque um arqueiro novo, tentando fazer caixa com Sergio Rico. A situação de David Soria também não é fácil: o goleiro dificilmente aceitaria voltar a ser suplente. Neste caso, goleiros da base, como o camaronês Ondoa e o valorizado Juan Soriano devem ganhar espaço.