Caparrós forever

Sevilla FC, site oficial
Sevilla FC, site oficial

Caparrós e seu gesto tradicional: técnico sevillista termina invicto


Joaquín Caparrós encerrou sua participação como técnico do Sevilla com mais uma vitória. O técnico utrerano veio para 4 partidas e saiu invicto. A vitória de 1 a 0, contra o Alavés, foi mais uma mostra da capacidade do treinador. O Sevilla deve muito a Joaquín Caparrós, como técnico e como sevillista.


A missão era muito difícil. O Sevilla não vencia havia 9 jogos. O técnico, Vincenzo Montella, estava totalmente perdido, sem saber como sacar mais resultados de um time entregue. A derrota para o Barcelona (5 a 0, final da Copa do Rei) foi demasiado humilhante. Não só a derrota: a atuação foi patética. 


Caparrós veio as pressas, como um bombeiro para apagar uma casa em chamas. O sevillista não decepcionou. Diante de adversários como Real Madrid, Betis e Real Sociedad, foi capaz de manter o time invicto. Venceu 2 e empatou o derby. Hoje, com um estilo simples e sem muitos inventos, nova vitória. Caparrós cumpriu seu papel, com sobras.


O técnico acerta ao não permanecer. Não há sentido em continuar em um cargo com tanta instabilidade. Caparrós deve ficar no Sevilla, mas em outro cargo. Sua grandeza está em aportar sua experiência a serviço do clube. Como treinador, estaria sujeito a marés de resultados. 


Igualmente, Caparrós acerta ao não assumir o comando como diretor de futebol. Sabe que esse papel deve ser assumido por alguém mais experimentado na função. Sabe que improvisos não costumam dar certo.


Caparrós, que não aceitou remuneração alguma para o retorno ao clube, é patrimônio sevillista. Merece uma estátua e estampar seu rosto no estádio, como já ocorre com outros ídolos. Conhecido por "Batman" pela torcida, o técnico se emocionou ao ser ovacionado, sob chuva, após o apito final. Como um grande herói, o técnico voltou a salvar a sua paixão: o Sevilla FC.


Caparrós Forever.