Vasco: a luta é a maior arma para sobreviver na Libertadores

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Bruno Silva, substituto do suspenso Desábato, é a única mudança do Zé com relação ao empate com o Racing


Respirando por aparelhos na Libertadores, ao Vasco só resta vencer o confronto contra o Cruzeiro, logo mais, na Colina Histórica.


Sem que os desfalques de muito tempo estejam prontos para jogar e sem Desábato, suspenso pela expulsão na partida contra o Racing, a entrada do Bruno Silva no lugar do volante argentino deve ser a única mexida que Zé Ricardo fará no time.


Com isso, toda a torcida já sabe, só podemos contar como trunfo mesmo o empenho e a dedicação do time. O Cruzeiro vem completo, repetindo a equipe que sapecou a La U? Eles terão pela frente um grupo que não desiste nunca. Óbvio que vontade só não basta: sem concentração total, podemos repetir os erros do primeiro jogo contra o Racing, e aí, é eliminação na certa.


Não podemos sair da Libertadores sem ao menos uma vitória em São Januário e como hoje é vencer ou vencer, tem que ser essa noite. Como vêm dizendo todos os jogadores e o Zé Ricardo, enquanto houver chance de classificação, o Vasco vai lutar. É isso o que nossa torcida espera ver mais uma vez.


VASCO X CRUZEIRO


Local: São Januário


Horário: 21h45 (de Brasília)


Árbitro: Anderson Daronco (RS)


Assistentes: Danilo Manis e Bruno Pires (ambos do RS)


VASCO: Martín Silva, Yago Pikachu, Paulão, Werley e Henrique; Bruno Silva, Wellington, Thiago Galhardo e Wagner; Rildo e Andrés Rios. Técnico: Zé Ricardo.


CRUZEIRO: Fábio, Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Thiago Neves, Rafinha e Arrascaeta; Sassá. Técnico: Mano Menezes.