Buscando se reerguer, Vasco encara o América-MG

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Desábato volta ao time: a raça do argentino será importante contra o América-MG


Acabadas as chances de classificação na Libertadores, o Vasco precisa esquecer a traumática eliminação e voltar suas armas para o Brasileirão. E a partida contra o América-MG acaba se tornando importantíssima no atual cenário pelo qual passa o clube.


E isso não apenas pela balbúrdia instaurada em São Januário após da derrota para o Cruzeiro. Com um jogo a menos por conta do compromisso pela Libertadores, o Vasco acabou despencando na tabela e um resultado ruim já pode nos colocar numa posição de pressão na tabela. Por outro lado, uma vitória nos fará ganhar posições, acalmará o ambiente conturbado do clube e trará mais tranquilidade para Zé Ricardo e seus comandados trabalharem.


Só que o Coelho certamente não será um adversário fácil de bater. Mesmo vindo da Série B ano passado (e, vale lembrar, subindo como campeão, à frente do grande Internacional), o América está tendo um belo início no Brasileiro, vencendo com propriedade os dois jogos que teve em casa e dando trabalho para o “poderoso” Flamengo, mesmo com uma derrota. A equipe mineira já deixou claro que não apenas veio com tudo para permanecer na Séria A, mas que não pretende ficar muito tempo como um dos candidatos ao rebaixamento, imagem comum para os times que sobem da segundona.


Sendo assim, o Vasco não deve esperar facilidades para vencer a partida, mesmo jogando na Colina. Zé Ricardo poderá contar com as voltas de Desábato e Wagner ao time e provavelmente deve escalar Pikachu mais adiantado e colocar o Rafael Galhardo na lateral. O outro Galhardo deve ser ser o principal articulador do time hoje, jogando mais centralizado enquanto Wagner e o Pokémon caem pelos lados do campo. Os três homens do meio devem ter liberdade para aparecer na área para finalizar, ajudando o solitário atacante do time, Andrés Rios. É uma formação mais equilibrada e, ultimamente, a responsável pelas melhores atuações vascaínas. Com algumas peças melhores, que já não preciso citar quais seriam, Zé Ricardo teria uma equipe mais competitiva do que temos hoje.


Mas como já estamos acostumados, é hora de se superar e contar com aquela velha expressão: “se faltar a técnica, que sobre a disposição”. Disto nem podemos reclamar, não deste time. Que a raça seja o bastante para o Vasco vencer hoje e começar a fazer o time se reerguer dos escombros da eliminação de quarta passada.


VASCO X AMÉRICA-MG


Local: São Januário


Hora: 19h (de Brasília)


Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)


Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)


VASCO: Martin Silva, Rafael Galhardo, Paulão, Werley e Henrique; Leandro Desábato, Wellington, Yago Pikachu, Thiago Galhardo e Wagner; Andrés Rios. Técnico: Zé Ricardo.


AMÉRICA-MG: Jori, Norberto, Rafael Lima, Messias e Carlinhos; Wesley, Juninho, Marquinhos, Serginho e Aylon; Rafael Moura. Técnico: Enderson Moreira.