'Fechar a casa' sem abandonar o ataque: equilíbrio é o caminho para o Vasco contra o Colorado

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Pequeno grande pokémon: em grande fase - ou melhor, gigante - Pikachu é uma das esperanças de um bom resultado contra o Colorado


Na sua reestreia como treinador do Vasco, Jorginho encarou o Sport em São Januário com três volantes como titulares e terminou o jogo com outros três jogadores, pelo menos teoricamente, de defesa. Hoje, contra o Internacional no Beira-Rio, dificilmente veremos um Vasco menos cauteloso que na última rodada.


Até se entende. Com uma defesa que é uma verdadeira peneira e sem tempo para impor suas ideias, “fechar a casinha” jogando na casa de um adversário difícil nem é algo condenável. A questão no caso é o material humano disponível: com desfalques e suspensões na zaga e nas laterais, Jorginho precisará mudar o setor, colocando em campo uma linha de quatro defensores que nunca jogou junto. E, talvez mais grave que isso, formada com jogadores que não andam em uma fase lá muito boa (com exceção do Luiz Gustavo, que ao menos tem a desculpa vir jogando improvisado na lateral).


Mas o Vasco não pode apenas se preocupar com o desempenho do Rafael Galhardo, Luiz Gustavo, Erazo e Henrique. Precisamos também buscar o jogo, nem que seja no contra-ataque. Para isso, é contar com as subidas do Andrey, ajudando na criação de jogadas e finalizando, com a visão de jogo do Giovanni Augusto e, claro, com o choque do trovão do nosso pokémon paraense. Mais do que nunca dependeremos da estrela do Pikachu para conseguir os três pontos em Porto Alegre.


Mesclar as necessárias preocupações defensivas com a uma forma inteligente de subir ao ataque é o desafio para Jorginho (que na última partida mostrou todo seu lado retranqueiro nas mexidas que fez no time na última partida) e seus jogadores. Conseguindo isso, nossa chance de alcançar um bom resultado e ir para parada para a Copa espantando de vez a crise (do futebol, pelo menos) aumentam.


INTERNACIONAL X VASCO


Local: Estádio Beira-Rio


Horário: 21h45 (de Brasília)


Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)


Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)


INTERNACIONAL: Marcelo Lomba (Danilo Fernandes), Fabiano, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago, Rodrigo Dourado, Patrick, Camilo (Gabriel Dias) Lucca, William Pottker e Leandro Damião. Técnico: Odair Hellmann.


VASCO: Fernando Miguel, Rafael Galhardo (Miranda), Luiz Gustavo, Frikson Erazo e Henrique; Leandro Desábato, Andrey, Bruno Cosendey, Yago Pikachu e Giovanni Augusto; Andrés Rios. Técnico: Jorginho.