Estrear na Colina com vitória é a chance de Valentiim para superar a desconfiança

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Que a estreia em São Januário também seja a primeira vitória do Alberto Valentim como técnico do Vasco


Como técnico do Vasco, Alberto Valentim ainda precisa passar por duas experiências importantes: comandar a equipe em São Januário e vencer. A partida de hoje, contra o Bahia, é mais que um momento ideal para ambas acontecerem. É praticamente uma imposição para que o treinador consiga apagar a má impressão que a torcida tem do seu trabalho.


A última partida, um empate no clássico contra o Flamengo, já ajudou um pouco. Mesmo sem a vitória, Valentim conseguiu fazer com que seus comandados atuassem relativamente bem, diante de um adversário forte e jogando – sejamos realistas – fora de casa. Hoje, depois de mais nove dias apenas para treinar, é natural que a torcida espere alguma evolução do Vasco. Principalmente contra um adversário que, assim como nós, deve ficar até o fim do campeonato preocupando-se primordialmente em permanecer na Série A.


Se lembrarmos que uma vitória sobre o tricolor baiano só nos tirará do Z4 se o Fluminense nos quebrar o galho e vencer a Chape na Arena Condá, fica ainda mais clara a urgência de conquistarmos os três pontos esta noite. E para superar o Bahia, uma das pedras no sapato do Vasco em 2018, Valentim não poderá repetir a escalação que atuou contra o rubro-negro. O 4-4-2 tradicional deve ser mantido, mas com apenas dois volantes. Raul, um dos destaques no clássico, está sem condições e Andrey, que entra em seu lugar, terá a ajuda de William Maranhão para proteger a zaga. A frente destes, Pikachu voltará a equipe com a função de ajudar Fabrício na criação das jogadas. Ainda soa estranho ver o lateral esquentadinho jogando como meia de criação, mas como funcionou contra o Flamengo, a experiência merece um repeteco.


Como falei no post antes da partida contra o Flamengo, daqui até o fim do Brasileiro, toda partida do Vasco deve ser encarada como a mais importante do ano. Mas um possível resultado ruim hoje, na estreia do Valentim na Colina, contra um adversário direto na briga contra o rebaixamento, é uma situação obviamente mais crítica. Por isso, se o técnico-galã quiser ficar bem na fita com os vascaínos, uma vitória hoje é indispensável. 


VASCO X BAHIA


Local: São Januário


Horário: 20h (de Brasília).


Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)


Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)


VASCO: Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Leandro Castan e Ramon; Andrey, Willian Maranhão, Fabrício e Yago Pikachu; Andrés Ríos e Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.


BAHIA: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Everson e Léo; Elton, Gregore, Vinicius, Ramires e Clayton; Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira.