No Itaquerão, Vasco precisa esquecer os fracassos e olhar pra frente

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Galhardo (agachado) e Castán têm titularidade certa contra o Corithians


Em 2011, um confronto entre Vasco e Corinthians teria como principal atrativo a possibilidade de definir quem seria o campeão do Brasileiro. Hoje, passados sete anos e depois de muitos altos e baixos (no nosso caso, muito mais baixos), as duas equipes se encontram em um duelo para fugir desesperadamente da zona de rebaixamento.


Faltando quatro partidas para o fim do Brasileiro e com ambos os times ainda fazendo suas contas, uma vitória hoje pode ser o alívio final para uma das equipes. É inegável a vantagem do alvinegro paulista na partida de hoje, não apenas por jogar em casa com o apoio da sua torcida, que deve lotar o Itaquerão. Um time mais ajustado – não necessariamente pelos Jair, mas também pelos trabalhos realizados pelos técnicos anteriores – um elenco com mais opções e menos desfalques também contam a favor dos corintianos.


Já para o Vasco, apesar da volta do Pikachu e do Ricardo Graça, nossos desfalques são bem mais graves, no caso, O desfalque: o corte no pé deixará Maxi López mais uma vez fora do time. Com isso, perdemos a principal – ou única – referência no ataque e corremos o risco de mais uma vez ver o time perder uma penca de gols, como no jogo contra o Furacão.


Há outros desfalques, mas aí é até de se pensar se as ausências serão prejudiciais ou benéficas para o time: William Maranhão (suspenso) Giovanni Augusto (jogador do Corinthians) e Rildo (contundido) não jogam. A posição na qual Valentim for escalar o Pikachu deve definir o resto do time: se for na lateral, Raul entra no lugar do Maranhão e Marrony no do Rildo. Se for no meio, Raul deve ficar na lateral, Marrony pode ficar no banco e Desábato entra no lugar do Maranhão.


Seja como for, e fica até repetitivo, não importa quem esteja em campo: o que vale é o time se empenhar ao máximo e buscar a vitória a todo custo. Esquecer (e mais importante, aprender com) as falhas que sobraram na última rodada e lutar para recuperar os pontos perdidos nos dois últimos jogos. Uma vitória vascaína hoje, além de compensar os jogos contra o Grêmio e o Furacão, nos faria olhar pra frente com muito mais confiança, sabendo que faltaria pouco para nos livrarmos de qualquer risco nesse Brasileiro.


CORINTHIANS X VASCO


Local: Itaquerão


Horário: 19h (Brasília)


Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)


Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)


CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Thiaguinho; Pedrinho, Jadson (Clayson) e Mateus Vital; Danilo. Técnico: Jair Ventura.


VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Leandro Castan, Henríquez (Werley) e Henrique; Raul, Andrey, Thiago Galhardo, Marrony e Kelvin; Andrés Ríos. Técnico: Alberto Valentim.