Vasco X Bangu decidem sua sorte na Taça Rio e mostrarão aos rivais o que têm que fazer

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Maxi mostra otimismo, mas é bom que saiba: Tiago Reis está pedindo passagem ao gringo


Vasco e Bangu vão decidir hoje seus futuros na Taça Rio e, de quebra, permitir que Volta Redonda, Cabofriense, Fluminense e Flamengo saibam o que precisam fazer para se classificar à semifinal do turno. Procurei saber o porquê de mais essa bizarria do Carioca, mas não encontrei as razões.


Sendo assim, é bom que o Vasco faça sua parte e vença a partida em São Januário, se possível, com um bom saldo de gols. Qualquer outra situação pode nos fazer depender do eliminado Boavista não tomar uma goleada do empolgado Voltaço.


O problema é que o Bangu, que faz excelente Taça Rio, também tem seus objetivos e corre riscos de ser eliminado não apenas do turno, mas do campeonato em caso de derrota. Líder do seu grupo nessa fase e quarto colocado geral do Estadual, o alvirrubro pode ser ultrapassado pela Cabofriense no grupo e pelo Voltaço na classificação geral. Ou seja, não venderá barato uma derrota hoje na Colina.


Para conseguir os três pontos, Valentim escalará o que aparenta ser seu time titular. Com a zaga que já está consolidada há algum tempo, Lucas Mineiro como segundo homem, os Brunos César e Silva (que tiram as vagas do Galhardo e do Raul) e Rossi no lugar do Pikachu, que foi vetado após bater a cabeça no treino de ontem, o único titular que deve ter alguma resistência da torcida é o, vejam vocês, o Maxi López. Depois da boa apresentação do Tiago Reis na vitória sobre o Resende, muita gente deve preferir ver o garoto em campo. Até eu acho isso, mas não acho estranho nem completamente errado preservar um pouco mais o Tiago. Todos sabemos da famosa contradição/impaciência dos vascaínos com a base: se ontem o Tiago foi bem, ele deve ser titular absoluto; se hoje foi mal, é um jogador sem futuro. Por conta disso, mesmo que tenha ido bem na última rodada e tenha marcado um gol, é mais prudente deixá-lo como opção para o segundo tempo.


A discrepância de investimentos faz com que a responsabilidade pela vitória recaia sobre o Vasco. Por mais que o Bangu tenha mostrado sua força na competição, vencer os grandes do Rio é sempre uma tarefa complicada para times ditos “pequenos”. Prova disso é que a única derrota do Bangu na Taça Rio foi para o Flu. Não há como negar que o Vasco tem um elenco mais qualificado, mas time nenhum, seja grande ou pequeno, vence no papel. Valentim e seus comandados precisam mostrar serviço para vencer o Bangu, um adversário perigoso e muito motivado.


VASCO X BANGU


Local: São Januário


Horário: 19h(de Brasília)


Árbitro: Mauricio Machado Coelho Júnior (RJ)


Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro (RJ) e Diego Luiz Couto Barcelos (RJ)


VASCO: Fernando Miguel, Raul Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Bruno Silva, Lucas Mineiro, Bruno César, Marrony e Rossi; Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.


BANGU: Jefferson Paulino, João Lucas, Rodrigo Lobão, Anderson Penna e Dieyson; Felipe Dias, Marcos Junior e Felipe Adão; Yaya, Jairinho e Anderson Lessa. Técnico: Ado.