Decisão é o momento para o Vasco provar que o bom Estadual não foi obra do acaso

www.vasco.com.br
www.vasco.com.br

Maxi é homenageado pelos 450 jogos como profissional: gringo será titular na final contra o Flamengo


Vasco e Flamengo começam a – finalmente - decidir o Estadual de 2019 hoje, no Engenhão. É a hora de provar que o trabalho realizado nos loooongos dois turnos que geram semifinais em profusão teve algum resultado prático.


Para o Vasco, essa comprovação é ainda mais importante. Além do conhecido desdém que nosso adversário tem pela competição (exceto quando a vence, claro), é a campanha do Valentim e de seus comandados que sempre foi posta em dúvida, mesmo depois de ter conseguido 100% de aproveitamento na Taça Guanabara. E que, depois da queda de rendimento na Taça Rio, passou a ser ainda mais questionada.


O fato de não ter havido vencedores nos dois Clássicos dos Milhões nesse Carioca reforça a necessidade do Vasco ainda precisar provar que pode ser o campeão e não tira a impressão de favoritismo rubro-negro. Tendo atuado contra o Vasco com times reservas nos dois empates, é natural que a imprensa esportiva em peso considere um confronto contra os titulares do Flamengo mais complicado para o Gigante. Pesa para o lado da Gávea também o tabu de décadas sem perder uma final para o Vasco (ou, sendo mais preciso, seis decisões, a última delas vencida com um erro de arbitragem gritante).


Mas todos sabemos que favoritismos e tabus não ganham jogos. Sempre vão considerar o Flamengo favorito contra qualquer clube do Rio e com o VAR rolando, tabus como o que rubro-negro sustenta não existirão mais. Então o que resta é jogar bola, com empenho, dedicação e – como cabe a qualquer jogador com a armadura vascaína – com raça.


Nenhum dos times entra em campo com vantagem, então esse primeiro jogo pode definir quem chegará à Arena Maracanã na frente. Vencer hoje é a melhor maneira do técnico-galã e seu time mostrarem que a boa campanha nesse Estadual não foi por acaso.


VASCO X FLAMENGO


Local: Engenhão.


Horário: 16h (Brasília).


Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá.


Auxiliares: Silber Faria Sisquim e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha.


VASCO: Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Raul, Lucas Mineiro e Bruno César (Lucas Santos); Marrony, Yago Pikachu e Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.


FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Arão e Diego (Bruno Henrique); Everton Ribeiro, Arrascaeta e Gabigol. Técnico: Abel Braga.